PORTIFÓLIO DO DIEGO

NESTE BLOG, VOCÊ ENCONTRARÁ UM CONTEÚDO ACADÊMICO, INFORMATIVO E REFLEXIVO.NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR.

Translate This Page

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ciência e Pseudociência



“O avanço das pseudociências em nossa sociedade, mesmo sem querer afetar as nossas vidas.” Marcelo Knobel- Fisica na escola.





A pseudociência tem esse nome porque tenta mimetizar uma aparência mais complexa, com afirmações veementes de que os resultados são “comprovados cientificamente” ou abalizados por “estudos aprofundados”.
A discussão dos limites entre ciência e pseudociência certamente inclui uma questão mais profunda: o que é ciência? Como defini-la?
Em uma sociedade onde a ciência e a tecnologia são agentes de mudanças econômicas e sociais o analfabetismo científico e a tecnológico, dos políticos e/ou da população em geral, pode ser um fator crucial para determinar decisões que afetarão o nosso futuro próximo.
Em geral, as escolas enfatizam o uso dos computadores e da internet para tentar melhorar o processo de aprendizado em outras disciplinas, em vez de ensinar os estudantes sobre a própria tecnologia.
A sociedade precisa procurar o conhecimento científico e tecnológico por eles estarem ao redor e dentro de nossas universidades, escolas, lares e na vida de todos.
É preciso que nossos governantes tenham um melhor conhecimento científico e tecnológico para conhecerem melhor o mundo em que vivem e os fatos que regem suas vidas e a vida da população o qual são lideres. É preciso buscar o conhecimento e educação intelectual para tornar-se pessoas, mas criticas para que possam analisar fatos ou lendas para tirarem suas próprias conclusões e fazerem suas reflexões sobre suas vidas e sobre a sociedade em que vivem.
Marcelo Knobel é professor de Física e trabalha na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) no Instituto de Física Gleb Wataghun. As influências para este tema Ciência e Pseudociência, foram os mitos, lendas urbanas, anedotas, rumores e casos milagrosos que aparece nas nossas vidas, promessas de curas, métodos de leitura, dietas infalíveis e riquezas sem esforços, descobertas milagrosas e casos sem soluções ou polêmicos.
O autor mostra uma critica sobre a pseudociência, ele ilustra claramente o problema da sociedade a respeito da falta de conhecimento técnico científico, que por sua vez abre espaço para as pseudociências. Assim, os pseudocientistas se aproveitam destas deficiências do conhecimento e usam desta ingenuidade para criar ou manifestar opiniões ou situações em benefícios próprios.
O autor cita que é preciso saber o que é Ciência e como defini-la, e saber diferenciar Ciência de Pseudociência, começando nas escolas, ensinando o que é a tecnologia e não somente usando a tecnologia para auxiliar o trabalho pedagógico dos professores.
O autor mostra como a falta de conhecimento científico influencia diretamente e indiretamente nossas vidas, mostra também, a falta de pensamento crítico da nossa sociedade, inclusive dos nossos governantes. Também cita a falta de conhecimento técnico científico dos nossos estudantes em nossa sociedade, na qual a ciência e a tecnologia são agentes de mudanças econômicas e sociais. Outro fator é o analfabetismo científico e tecnológico dos políticos e/ou da população em geral, que pode ser um fator crucial para determinar decisões que afetarão o nosso futuro próximo. O artigo Ciência e Pseudociência é um texto que todos os alunos de qualquer instituição de ensino, disciplina e até mesmo familiares de estudantes, enfim, nossa sociedade como um todo, deveriam ler, pois mostra a diferença de ciência e pseudociência e como distinguir uma da outra.
O autor Marcelo Knobel mostra a discussão dos limites entre Ciência e Pseudociência e convida a sociedade a fazer uma leitura critica e a buscarem um melhor entendimento sobre a tecnologia científica mostrando ao leitor como identificar o que realmente é Ciência e o que não é e como distinguir uma da outra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário