PORTIFÓLIO DO DIEGO

NESTE BLOG, VOCÊ ENCONTRARÁ UM CONTEÚDO ACADÊMICO, INFORMATIVO E REFLEXIVO.NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR.

Translate This Page

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Oito pensamentos para mudar a vida e a mente_Dalai-Lama




Existem certas pessoas no nosso mundo que vieram simplesmente para fazer a diferença, mas, fazer a diferença? Sim, fazer diferença. Pensemos... se nossas consciências estão ativas, ou seja, estão lucidas devemos aproveitar para trabalhar e construir coisas em nosso mundo aproveitando com glória o que conhecemos como vida. Os seres humanos não conseguem ter certezas de tudo, muito menos quando se reflete sobre criação, perguntas e questionamentos. Como viemos? Para onde vamos? Quem nos trouxe? 
Enquanto não tivermos estas certezas precisamos procurar conhecer tudo aquilo o que não conhecemos e entender tudo aquilo que não entendemos, claro que é impossível conhecer tudo, mas como disse Isaac Newton: " Tudo aquilo que conhecemos é uma gota, e tudo aquilo que nunca saberemos é um oceano todo". [Issac Newton].
Acredito que estes pensamentos colocados em prática podem ter grande valia para nós seres enquanto consciências, também pudera, estes pensamentos vieram da filosofia Budista, e para aqueles que intendem que uma grande melhoria na vida pode existir através desta filosofia então façam um excelente aproveito.

I
Com determinação para realizar
O maior bem-estar para todos os seres conscientes 
Que eu possa sempre amar
Quem se sobressair, até a mais desejável joia.

II
Quando me unir a outras pessoas,
Que eu me considere o menos importante
E veja o outro como supremo
Do fundo do meu coração.

III
Em todas as ações, que eu examine minha mente
E assim que surjam Klesha  ou deslisões 
Ameaçando a mim e aos outros
Que eu as enfrente e evite com firmeza

IV
Quando vir seres de natureza perversa
Pressionados pelo pecado da violência e aflição,
Que eu possa amar essas pessoas raras
Como se tivesse achando um tesouro precioso.

V
Quando os outros me tratarem mal,
Me insultarem, me caluniarem,
Que eu sofra a derrota
E ofereça a vitória a eles.

VI
Se alguém que tenha me ajudado
Com grande esperança tenha me machucado,
Que eu possa contemplá-lo
Como meu Guru supremo.

VII
Que eu possa, direita e indiretamente,
Beneficiar e alegrar todas as minhas mães.
Que eu possa em segredo assumir
O mal e o sofrimento das mães.

VIII
Que tudo isso permaneça imaculado.
Mantendo em vista os Oito princípios,
Que eu, vendo todos os dharmas como irreais,
Possa me desligar de todos os cativeiros, samsara.

Caro leitor ou leitora, todos sabemos que certas coisas são difíceis de colocar em prática mas reflita você em quanto ser e sua consciência ativa. Será que não vale apena tentar?

Referência:

Livro:Dalai-Lama/Amor, Verdade , Felicidade-Reflexões para mudar a mente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário