PORTIFÓLIO DO DIEGO

NESTE BLOG, VOCÊ ENCONTRARÁ UM CONTEÚDO ACADÊMICO, INFORMATIVO E REFLEXIVO.NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR.

Translate This Page

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Quem pode dizer, se tem sorte ou não?


Existia numa aldeia, um homem muito pobre, que tinha um  cavalo muito bonito. O cavalo era tão bonito que os fidalgos do castelo  queriam comprar-lho, mas ele nunca quis. "Para mim, este cavalo não é um animal, é um amigo. Como  é que eu podia vender um amigo? Perguntou-se. Uma manhã, ele vai ao estábulo e o cavalo não estava. Todos os aldeões lhe disseram : "Nós avisámos-te !  Devias tê-lo vendido. Agora roubaram-to... que má sorte !" O velho homem respondeu " Sorte ou má sorte, quem o  pode dizer ?" Todas as pessoas faziam pouco dele. Mas 15 dias depois,  o cavalo apareceu, com uma horda de cavalos selvagens. Ele  tinha fugido para conquistar uma bela égua e depois veio  com o resto da horda. "Que sorte !" disseram os aldeões. O velho homem e seu filho começaram a domar os cavalos selvagens. Mas uma semana mais tarde, o filho parte a  perna num treino. "Que má sorte !" dizem os amigos. "Como vais fazer, tu  que já és tão pobre, se o teu filho, a tua única ajuda não  pode ajudar-te!" O velhote responde "Sorte, má sorte, quem o pode dizer?" Alguns tempos mais tarde, os soldados dos fidalgos do  país chegaram à aldeia e levaram à força todos os jovens  disponíveis. Todos ... excepto o filho do velhote, que tinha a  perna partida. "Que sorte tu tens, todos os nossos filhos foram para  a guerra, e tu és o único a guardar o teu filho contigo.  Os nossos se calhar vão morrer ..." O velhote responde "Sorte, má sorte, quem o pode dizer?" O futuro é-nos dado por fragmentos. Não sabemos nunca  o que vai acontecer. Mas um pensamento positivo permanente  abre-nos as portas da sorte, da criatividade e faz-nos  mais felizes.
Referencia:
http://www.clube-positivo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário