PORTIFÓLIO DO DIEGO

NESTE BLOG, VOCÊ ENCONTRARÁ UM CONTEÚDO ACADÊMICO, INFORMATIVO E REFLEXIVO.NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR.

Translate This Page

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sócrates





 Em meados de 399 a.C na Grécia antiga, mais especificamente em Atenas existiu um homem chamado Sócrates. Mas quem foi este homem?
    Sócrates era um pensador, para ser mais claro um filósofo.Ele era um homem de idade avançada tinha três filhos era casado e sua profissão era de pensador.
    Para deixar o assunto mais interessante e claro vejamos o que primeiramente é filosofia.
    Filosofia (Filo=Amigo; Fia=Conhecimento) Amigo do conhecimento, amigo do saber.
    Sócrates então era amigo do conhecimento um "Filósofo", na Grécia antiga a Filosofia não era bem quista pelo o governo, pois leva-rá as pessoas ao questionamento de várias perguntas e respostas.
    Existiu a filosofia pré-socrática e a pós-socratica, mas por qual motivo a socrática é tão mais conhecida?Pelo fato de que Sócrates pensava em uma forma de mundo de começo e existencialismo por si só, quer dizer sem nenhuma divindade comandando a criação, diferente dos filósofos pré-socráticos que pensavam em um mundo criado por uma divindade.
     Um dos pensadores pré-socráticos foi Homero, pensador universal da qual intitulou uma grande ciência chamada História. Os filósofos pré-socráticos acreditavam que a terra era um prato redondo e uniforme que terminava com um grande precipício, acreditavam que ao final de cada oceano existia o fim ou seja, existia o infinito e todo aquele que ousará a atravessar caia em abismo eterno. Eles acreditavam também que o planeta era composto pelo firmamento estelar onde uma grande camada de cristais existia sobre  a terra a segurando pra que não cair em abismo eterno.
   Sócrates propoem uma idéia diferente, onde tudo existe por si só pelo surgimento de cada coisa, ele em seus diálogos e com seu grande poder de persuasão propõe a criação das coisas devido aos acontecimentos naturais.
   Em uma ocasião onde um homem o diz: Os deuses são os criadores e eles tem o poder sobre tudo e sobre  todos, sobre as tempestades e sobre os ventos sobre a terra e sobre as aguas.
   Sócrates ouvindo o perguntou__ Meu caro amigo se os deuses são os criadores e detém o poder sobre tudo e sobre todos, me diz então. Por qual motivo, não chove quando está sol? E por qual motivo os trovões aparecem quando tal fenômeno vai acontecer?
   O homem disse a Sócrates__Socrátes, suas perguntas são estarrecedoras tenho muita pressa e deveres a fazer.
   Sócrates imaginava que tais fenômeno existiam devido as forças naturais e não que divindades manipulavam  tais acontecimentos.
   O pensador Sócrates buscava apenas a verdade, onde a sua ética e sua moral acompanhavam, seus pensamentos era apenas para entender tais feitos até o momento a mitologia explicará.
   Sócrates não era um homem bem quisto em Atenas, ele tinha muitos seguidores e isso encomodava, tais poderes de Atenas.Socrátes com suas indagações atraia grandes multidões onde paravam para escutar o que o pensador falava, ele foi um grande político.
   Certa vez Sócrates presenciou um homem comentendo um sacrifício, onde ele matava um galo e oferecia ao deus da morte para que o mesmo tivesse a vida eterna. Sócrates vendo tal ato se perguntou__O homem que for injusto ou justo, que cometerás atos oposto ao da verdade que fere a moralidade, no sacrifício de um animal pode acabar com todos seus atos incorretos durante toda vida? Tal ato pode acabar com seu passado e  garantir a vida após a morte? Um homem incorreto durante a vida jamais pode apagar tais atos com uma pequena oferenda!
   Sócrates pensava que todo ser pensante deve ser correto durante sua vida, sendo éticos e morais, se questionando sobre seus atos e que somente assim, sua conciência poderia estar trânquila e que seu espírito possa estar em paz com a verdade.
   continua....


Referência:


Livro: Os Pensadores- Sócrates  


Imagem:http://www.dialogocomosfilosofos.com.br/category/socrates/ acessado 31/01/2011 15:00 hs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário