PORTIFÓLIO DO DIEGO

NESTE BLOG, VOCÊ ENCONTRARÁ UM CONTEÚDO ACADÊMICO, INFORMATIVO E REFLEXIVO.NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR.

Translate This Page

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Você é Hipocrita?


As vezes me pergunto, por qual motivo existem pessoas hipocritas, será que a hipocrisia é uma doença? Ou será que a hipocrisia é apenas um muro do qual erguemos em nossas vidas, para que os outros não vejam aquilo que há por de trás e descubram realmente a verdade.

Mas, por que ser hipocrita? Por que escolher ser hipocrita? O que é a hipocresia?
Vejamos, o que é hipocrisia, vamos defini-la: "A hipocrisia é o ato de fingir ter crenças, virtudes, ideias e sentimentos que a pessoa na verdade não possui. A palavra deriva do latim hypocrisis e do grego hupokrisis ambos significando a representação de um ator, atuação, fingimento (no sentido artístico). Essa palavra passou, mais tarde, a designar moralmente pessoas que representam, que fingem comportamentos.".
Na definição da palavra Hipocrisia, encontramos o termo "Moralmente", ou seja Moral, será que a pessoa hipocrita tem Moral? Será que pode existir Moral sem Ética? Mas afinal de contas o que é a Ética e o que é a Moral? A grosso modo, Ética é a teoria que se aplica para determinados atos, são os pensamentos, de certo e errado, aplicados para tais ações, exemplo: Vou roubar o carro daquele homem. 
Roubar o carro daquele homem é uma coisa certa? Na nossa sociedade o "roubo", não é uma coisa legal, pensar e propagar a informação de que roubar é legal, significa que a pessoa não tem Ética, e realizar o roubo significa que a pessoa não tem Moral. Pensar na ação correta perante as normas= Ética. Realizar as ações perante as normas= Moral. Não quero dizer que as normas estão corretas, mas sim o que seria se agisse contra elas.
Sabemos o que é Ética e o que é Moral, mas e a Hipocrisia.? Fingir ser o que  não é seria Ético? Seria Moral?  Seria Hipócrita?. Sinto em lhe dizer, que quando se é Hipócrita, ou seja, fingir ser o que não se é, ou fantasiar um mundo para outras pessoas e dizer ter sentimentos que não se tem, me desculpe. Isto é contra a Ética, Moral e as normas da sociedade da qual a maioria de nos vivemos.
Pensemos então, este contexto sem as normas da sociedade, vamos pensar você e seu melhor amigo.
Você tem um  amigo da qual  você e ele são os melhores amigos, trocam confidencias, elogios e se consideram irmãos, mas um dia você encontra seu amigo dizendo para outra pessoa que os elogios que diz a você são apenas porque ele gosta de pegar o seu carro para viajar. Será que isto é legal? Satisfaz seu ego? Te deixa feliz? Trás sentimentos bons?Não preciso dizer se esta na norma da sociedade da qual você vive ou não, você sabe se é algo bom ou ruim.
Mas fingir, ou melhor ser um ator de sua própria vida o que é igual a ser Hipocrita, é uma coisa legal? Ser o palhaço da sua própria história, se vestir de alegoria para satisfazer aos outros, ou até mesmo você, seria importante?
Vejamos, quando dizer, demonstrar ser algo o que não somos, na maioria das vezes deve-se pelo fato de que  alguém gostaria que fossemos assim, seria isto ser autentico?Seria ser você mesmo? 
As vezes pelo emprego que tanto queremos, fingimos ser aquilo o que o patrão quer que sejamos, mas sendo assim, somos aquilo o que realmente somos ou aquilo o que o patrão quer o que sejamos?Claro, acabamos de comprar uma casca nova, compramos uma nova máscara para participar do carnaval da vida. Agora, e quando acabar a festa, quem seremos? O palhaço ou o escritor da história?.
Acredito que grande parte das atitudes se deve ao interesse que se tem sobre esta mesma atitude, quero um emprego naquela empresa, quero conquistar aquela mulher, quero mostrar para os meus amigos o quando sou legal,pois talvez  eles me olham diferente e se tornem meus amigos. Se pensarmos, a maioria de nossas atitudes, não são para nós, mas sim para os outros, vivemos a vida para os outros e não para nós. 
Mas espere, o que é a vida? A vida (do latim vita) é um conceito muito amplo e admite diversas definições. Pode-se referir ao processo em curso do qual os seres vivos são uma parte; ao espaço de tempo entre a concepção e a morte de um organismo; a condição de uma entidade que nasceu e ainda não morreu; e aquilo que faz com que um ser vivo esteja vivo. Metafisicamente, a vida é um processo constante de relacionamentos. Resumindo a vida é quando sua consciência é ativada, para que você  pense e sinta, crie, recrie e produza.
Mas a vida pode ser vivida para outro ser?Ou na sua consciência, ela pode ser vivida por duas consciências? Quantas vidas se pode ter? Será que podemos comprar outra vida? Qual é o preço de sua vida? Ter vida é apenas realizar aquilo o que os outros querem? Fantasiar a vida é viver a vida como se deveria?
Enganar a nossa vida, é ser Hipócrita, ou seja, mentir para nos mesmos fantasiar a verdade, ser ator da vida, da nossa vida. Será certo?Pense, como eu disse, temos só uma vida e preciso cuidar dela, melhor dizendo preciso ser o escritor e não o ator da minha vida. 
Mas o que é ser vivo? Viver é mudar o espaço e tempo da qual você esta inserido.Mas cuidado, o seu espaço e tempo, quem altera é só você e como a vida é sua e se tem apenas uma, tente viver da maneira mais amorosa possível, pois a chance é única, ou talvez não, quem pode afirmar? Posso afirmar apenas que esta vida que estou vivendo e que você esta vivendo é unica, depois pode existir outras, mas esta é única.
Gostaria de deixar claro que a Hipocrisia, e apenas viver a vida da qual não se é dono, é ser um personagem da sua história, é escrever um conto de vida e ser escravo deste próprio conto.
Será que vale a pena?Reflita.....


Deixe seu comentário sobre a postagem!


Obrigado,


Diego Elias

Nenhum comentário:

Postar um comentário